FANDOM


Baleia azul 2


Informações Editar

A subordem Mysticeti compreende os maiores cetáceos, conhecidos popularmente por baleias ou rorquais. Alguns membros da subordem dos Odontoceti também podem ser chamados de baleias, como é o caso da baleia-branca e das baleias-bicudas. A principal diferença entre as duas subordens é que, na Mysticeti, os dentes estão ausentes, sendo substituídos por cerdas de material queratinoso, com a função de filtrar a água e recolher o alimento. As baleias são os maiores mamíferos que vivem no planeta Terra.


Características Editar

As narinas das baleias ficam no alto da cabeça e, quando elas sobem para respirar, soltam ar quente, que, quando entra em contato com a atmosfera, se transforma em gotas de água. Quando o ar é expelido, essas gotas podem chegar a 6 metros de altura.

Seu corpo é coberto por uma camada de gordura que a ajuda a baleia a submergir, a manter a temperatura do corpo e a armazenar energia. Seu esqueleto é muito semelhante ao dos mamíferos terrestres de grande porte como, por exemplo, o elefante.
1h82mb30p7e6z0tnd01r29ytm

Baleia-Azul

A cauda da baleia é o seu principal modo de locomoção. As nadadeiras das baleias são membros locomotores atrofiados de seus ancestrais, que viviam em terra e eram quadrúpedes. Esses ancestrais viveram, há cerca de 50 milhões de anos, durante a era cenozóica, eles passavam muito tempo na água para buscar alimentos, dessa forma, gradativamente ocorreu a adaptação.
Narval by ourlak-d6941q5

Narval

As baleias emitem dois sons conhecidos, sendo que um deles é usado como sonar e o outro como meio de comunicação com os companheiros de sua espécie.

Normalmente estes animais vivem 30 anos, sendo que já houve registros de baleias com 50 anos de idade. As baleias se alimentam principalmente de peixes, sendo que algumas delas (como as jubartes), não têm dentes. Como substituto dos dentes essas baleias têm algumas laminas ósseas (cerca de 400) que são usadas para filtrar a água engolida juntamente com os peixes. A água engolida é devolvida ao mar, e os peixes presos as laminas são, então, engolidos.

Na Idade Média, o objetivo da caça era a obtenção de carne da baleia para o consumo. Já no século XVIII começou a extração do óleo das baleias. Cada baleia rendia 160 barris de óleo. Do fígado do animal é possível extrair um óleo rico em vitamina A.

Reprodução

Na reprodução das baleias, a fêmea dá à luz apenas uma cria depois de um período de gestação que varie entre nove e dezesseis meses, segundo a espécie. Normalmente, tem uma cria por cada três anos. As crias de baleia pesam cerca de 2 toneladas ao nascer e medem entre 4 a 5 metros. As crias nascem com a capacidade de nadar.

As crias crescem muito rapidamente, cerca de 3 centímetros por dia durante os primeiros dois meses de vida. Uma das principais razões deste rápido crescimento é que o leite de baleia é muito nutritivo com uma grande percentagem de gordura. Passam entre sete a doze meses bebendo leite da sua mãe e, a diferença para com os seres humanos é que o amamentar não é inconstante.

Durante estes primeiros meses as crias acompanham os seus pais nos movimentos migratórios. E estão protegidos não só pelos seus pais como também por todo o grupo. O contacto físico é uma constante no comportamento de uma baleia e a sua cria. As baleias alcançam a maturidade sexual entre os seis e os treze anos de idade. Devido a factores alheios, como a caça e quase toda a extinção este espécie, a idade da maturidade sexual adiantou-se já que as baleias jovens têm um crescimento mais rápido ao ter de substituir os seus progenitores. A idade que pode alcançar uma baleia depende das suas condições físicas, da espécie e de factores externos como as acções do ser humano. As fêmeas entram no cio várias vezes durante o ano.

O aparelhamento pode acontecer em qualquer estação do ano, apesar de ser mais habitual ser geralmente no Verão. As baleias não têm sentido de olfacto pelo que o macho não pode cheirar a fêmea quando está no cio e é ela que faz o macho descobrir.

Proteção Ás Baleias

A Comissão Internacional da Baleia (que reúne somente 15 paises) fixou o limite máximo de 20.000 baleias a serem caçadas por ano. Porém, ainda existem pessoas que insistem em não respeitar a lei, o que acontece sempre que uma lei prejudica a obtenção do lucro. Atualmente existem poucas baleias no mundo e a caça mata mais do que as baleias se reproduzem, o que pode, em pouco tempo, levar estes mamíferos à extinção. As espécies de baleias mais conhecidas são as as Jubartes, as Francas, as Cachalotes e as maiores que existem: as baleias Azuis.

Espécies

Tamanho das Baleias em relação ao Ser Humano Editar

Baleia-azul-12

Curiosidades Editar

1. Os bebês de algumas baleias chegam a mamar 500 litros de leite num único dia. A baleia amamenta jorrando leite pelas glândulas mamárias. Como o leite é muito gorduroso, não se mistura à agua e o filhote pode mamar tranquilamente.

2. Para dormir, ela se vira de lado e flutua.

3. A baleia-azul é a criatura mais pesada que existe. Ela tem cerca de 140 toneladas. Só a sua língua tem 6 toneladas.

4. Cada dente de uma baleia cachalote mede 20 centímetros. São 40 dentes no total.

5. Ela respira oxigênio do ar atmosférico, de fora da água. Por isso, precisa subir à superfície com frequência para encher os pulmões.

6. As baleias, dependendo de seu tamanho, conseguem armazenar uma tonelada de alimento no seu estômago.

7. Quando migram, esses mamíferos nadam a cerca de 5 km/h. Alimentando-se ou em áreas de reprodução, a velocidade de deslocamento diminui para 1 km/h.

8. As gigantonas do mar se comunicam por meio de canções. Segundo os cientistas, a cantoria ocorre durante a reprodução. Elas são mais barulhentas do que o motor de um avião, mas nem sempre conseguimos escutá-las. Isso porque seus sons são emitidos em uma frequência abaixo da que é possível ser ouvida pelo homem. Já as outras baleias conseguem ouvir os sons de seus parentes a quase 500 km de distância! As baleias também usam a linguagem corporal para se comunicar: se tocam, batem com a nadadeira na água, jogam peixes para cima e saltam.

9. As baleias orcas vivem em sociedades matriarcais. Os filhotes ficam com suas mães a vida inteira. É também ela quem lidera o grupo. Quando morre, uma "parente" assume o posto.

10. 30 anos. Esse é o tempo de vida de uma baleia-minke, uma das menores espécies de baleia que existem. A orca vive 60 anos, e a baleia azul e a franca, 90 anos.