FANDOM


Hiena
Hiena-malhada3
Nome Cientifico pendente
Família Hyaeniade
Alimentação Carnívoro
Tipo Vertebrado
Filo Chordata
Gênero Odobenus

Características Editar

A hiena(Hyaena)  pertence à família Hyaenidae  da ordem Carnivora que inclui os vários tipos de hienas e o Lobo-da-Terra. Habita o oeste da Ásia e principalmente as savanas da África. Excelente caçadora, com uma mordida poderosa, a hiena se alimenta de búfalos, zebras, gnus e até de filhotes de girafa, entre outros. Atacam geralmente em grupo, com mais eficiência que alguns felinos. Porém, a hiena é mais conhecida por ser necrófaga, ou seja, por se alimentar das carcaças e dos ossos de animais, restos de outros predadores. Apesar de se parecerem exteriormente com os canídeos, as hienas têm maior afinidade com a família Viverridae e, juntamente com os membros dessa última e com os membros da família Felidae, têm origem na extinta família Viverravidae "Hiena" vem do grego hyaina, através do latim hyaena.

As hienas são animais carnívoros de médio a grande porte que ocupam lugares cimeiros na cadeia alimentar; a excepção é o lobo-da-terra que é insetívoro.
H134

Hienas devorando uma carcaça

A sua cabeça é grande em relação ao corpo, com orelhas relativamente grandes de terminação em bico ou arredondada e músculos maxilares poderosos. As patas traseiras, fortemente musculadas, são mais curtas que as patas da frente, o que dá um aspecto assimétrico ao animal. Apesar de serem caçadores eficientes, grande parte da alimentação das hienas é à base de carcaças que encontram ou que roubam a outros carnívoros. As hienas não são corredoras de velocidade, mas são resistentes e podem perseguir uma presa ao longo de vários quilómetros. A dentição é composta por 32 a 34 dentes fortes e adaptados à mastigação de ossos. O seu sistema digestivo está bastante bem adaptado à digestão de ossos e outras partes mais duras das suas presas. Esta eficiência em aproveitar todos os nutrientes de uma carcaça é uma das razões para o sucesso evolutivo do grupo - no qual as formas meramente corredoras, com uma dentição mais adaptada ao consumo de partes moles, desapareceram pela competição ecológica com os canídeos. À excepção do lobo-da-terra, que é solitário, as hienas são animais gregários e têm hábitos noturnos, embora possam pontualmente estar activas de dia.A hiena produz um som parecido com o de uma risada.

Suas sociedades são dominadas pelas fêmeas, o que não é comum entre mamíferos, e as fêmeas têm níveis de agressividade muito altos, gerando hormônios masculinos, o que de fato interfere na procriação. Até as crias são muito agressivas e é comum matarem-se umas as outras. As hienas nascem com os olhos abertos e os dentes inteiramente formados. Vivem em clãs de até quarenta animais. Costumam caçar as presas como os lobos e raramente atacam em emboscada. O grupo surgiu na Eurásia no Miocénico (há cerca de 10 milhões de anos), a partir da família Viverridae, tendo a separação dos géneros Crocuta e Hyaena ocorrido no Pliocénico. A máxima diversificação das hienas verificou-se no Plistocénico, com nove espécies que viviam na Europa, Ásia e África. As variedades europeias extinguiram-se no fim da Idade do Gelo, devido à extinção da megafauna de que se alimentavam e às dramáticas alterações climáticas que então ocorreram.

Espécies

Informações Editar

A hiena sempre teve uma terrível reputação. Os antigos pensavam que a sua gargalhada durante a noite era a risada de um homem colocando armadilhas fatais aos viajantes. Acreditavam que se a sombra de uma hiena caísse sobre a de um cão, este ficaria mudo e paralisado. Diziam que a hiena era a encarnação de espíritos de feiticeiros.
HIENA 2

Hiena rindo

Ela é um animal atarracado, peludo, com grandes maxilares e quartos traseiros caídos, os olhos sem brilho. É um caçador diurno, encontrado em toda a África e na Ásia meridional, desde o Meditêrraneo até a baía de Bengala. É um animal sem atrativos. Seu modo furtivo, o pêlo ralo castanho-sujo, o andar manquejante, o grito áspero e o cheiro desagradável não ajudam muito a sua reputação. Apesar disso, a hiena é útil na destruição de animais mortos. O aspecto brutal da cabeça deve-se aos seus poderosos maxilares onde se inserem os dentes mais afiados de todos os carnívoros terrestres, suficientemente fortes para triturarem ossos. Sendo comedora de cadáveres, ela limpa o terreno, devorando todos os corpos que encontra no caminho. Além disso, é eficiente caçadora. Também ataca, às vezes, animais domésticos; por esta razão, é caçada sem misericórdia em algumas partes da África. Esse animal desempenha um papel importante, necessário na cadeia alimentar, pois ao se alimentar dos restos de outros predadores, evita que esse material contamine as águas e que cause o aparecimento de doenças em outros animais ou em habitantes da região.

Ao contrário dos demais predadores, a hiena não tem o hábito de cuidar de sua pelagem, o que a deixa com o mau cheiro do sangue, das entranhas, ou mesmo da carniça de suas presas.
Hienas rindo

Hienas rindo

Comportamento das hienas