FANDOM


Lobo Ibérico
Lobo (4)
Nome Cientifico Canis lupus signatus
Família Canidae
Alimentação Carnívoro
Tipo Vertebrado
Filo Chordata
Gênero Canis
Espécie Canis lupus


Informações Editar

O lobo-ibérico (Canis lupus signatus) é uma subespécie do lobo-cinzento que ocorre na Península Ibérica. Outrora muito abundante, sua população atual deve rondar os 2000 indivíduos, dos quais cerca de 300 habitam o Norte de Portugal. A subespécie foi descrita pelo cientista espanhol Ángel Cabrera em 1907.


Características Editar

O lobo ibérico é, de entre as subespécies de lobo, a que apresenta menores dimensões e peso (altura ao garrote - 70 cm ; peso - 25 a 40Kg). Caracteriza-se por possuir uma pelagem castanho amarelada no tronco. O focinho é ruivo com tons cor de canela. Apresenta uma região mais clara, em tons de branco sujo, que parte da garganta até ao ângulo externo do olho. As orelhas apresentam, externamente, manchas avermelhadas. A nuca, tal como o peito, são de cor pardos. Os membros são fortes e robustos, com cores entre o castanho e o bege. Para além disso exibem, longitudinalmente uma lista negra muito bem definida, que é mais visível no Inverno. A pelagem de Inverno apresenta tons mais escuros que a pelagem de Verão.

Ameaça de Extinção Editar

Estima-se que na Península Ibérica, sobrevivam cerca de 2000 lobos, dos quais 300 em território português. Durante o século XIX os lobos eram numerosos em Portugal ocupando todo o território nacional. Contudo, já em 1910 era notório o seu declínio e apesar do actual estatuto de conservação do lobo, os estudos até agora realizados sugerem que a população lupina em Portugal continua em regressão, encontrando-se actualmente confinada

à região fronteiriça dos distritos de Viana do Castelo e de Braga, à província de Trás-os-Montes e parte dos distritos de Aveiro, de Viseu e da Guarda. As causas do declínio do lobo são, fundamentalmente, a perseguição directa e o extermínio das suas presas selvagens - veado e corço.
Lobo
O declínio é actualmente agravado pela fragmentação e destruição do habitat e pelo aumento do número de cães assilvestrados.


A perseguição direta movida por pastores e caçadores - caça furtiva com armas de fogo, remoção das crias das tocas, armadilhagem e envenenamento - deve-se à crença generalizada que o lobo ataca o homem e os animais domésticos. A escassez de presas naturais, provocada pela excessiva pressão cinegética sobre os cervídeos e pela destruição do habitat, leva a que, de facto, os lobos por vezes ataquem os animais domésticos. No entanto, em áreas onde as presas naturais abundam, os prejuízos provocados pelo lobo no gado são quase inexistentes. Ao mesmo tempo, pensa-se que presentemente existam centenas de cães abandonados a vaguear pelo país, que competem com o lobo na procura de alimento, sendo provavelmente responsáveis por muitos dos ataques a animais domésticos incorrectamente atribuídos ao lobo. Em relação ao ataque a humanos, existe apenas uma informação comprovada que se refere a um animal com raiva, doença que, felizmente, já há muitos anos se encontra irradicada de Portugal.


O lobo só sobreviverá se lhe proporcionarmos refúgios adequados e alimentação natural (corço, veado, e javali), e aceitarmos que cause algumas baixas nos rebanhos, sendo os pastores indemnizados, sempre que o ataque seja comprovadamente atribuído ao lobo. A reintrodução de cervídeos - veado e corço - é fundamental para a sobrevivência dos nossos últimos Lobos Ibéricos.

Todos os interessados podem participar como voluntários em diversas acções do nosso Projecto, como: angariação de fundos; participação nos Projectos de Investigação e em medidas práticas de conservação do Grupo Lobo; tradução de documentos relativos às nossas actividades; e divulgação deste Projecto e da necessidade de conservação do lobo Ibérico.


Vídeos Editar

Domingo Espetacular 13 04 2014 Repórter sai em busca do lobo ibérico, espécie em extinção em Portuga-112:47

Domingo Espetacular 13 04 2014 Repórter sai em busca do lobo ibérico, espécie em extinção em Portuga-1

Reportagem sobre o lobo-ibérico

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.